quinta-feira, abril 29, 2010

O Jovem Autêntico

“Caro escritor. Li o seu último livro:“Manual do jovem autêntico” e escrevo para lhe dar os parabéns.É muito bom saber que podemos contar com diversas regras bem definidas para não precisarmos nos submeter às imposições do sistema.Gostei também dos livros de outros autores inspirados nos seus como “Manual para o Manual do jovem autêntico”, “O Segredo do Manual do Jovem Autêntico”, “O Manual do Jovem Autêntico na Cabana” e o “Manual do Jovem Autêntico das Galáxias”.

Tenho 18 anos e tenho pensado em ser escritor, creio que o mercado esteja muito bom, sobretudo como o dito no Capítulo 16 – Como ficar rico sendo um jovem revolucionário comunista. Tanto que já deixei meu cabelo crescer e não o lavo há umas duas semanas. Passei a consumir três baseados por dia e andar sempre com um livro cheio de traças embaixo do braço. Já bolei um protesto contra o aumento do preço da carne de avestruz, mandei fazer umas camisetas e levantar uma grana vendendo elas a manifestantes. Contratei dois manifestantes profissionais de algumas centrais sindicais pra me ajudar. Quando eu completar meu décimo protesto, escrevo minha biografia, e a vendo para esses mesmo manifestantes, como maneira de financiar a luta pela liberdade e contra a opressão.

Penso também em ser músico. E para isso foram muito úteis as dicas do Capítulo 666- Como ser um Metaleiro Satanista ou um Gótico Deprimido. Está sendo difícil evitar ao máximo sorrir, mas só estou com uma dúvida. Eu até gosto dos vocalistas gritando feito uma puta histérica enquanto o guitarrista masturba seu instrumento e o baterista fode com a bateria. Só não sei se faço cara de mau e viro um metaleira satanista ou faço cara de coitado pra virar um gótico. Se nada der certo, eu raspo o cabelo, pinto um sapato de cada cor,esqueço de 4825 acordes de guitarra e viro punk.

Ainda falando de música, a música nacional voltou a fazer sucesso, e penso em embarcar nessa onda. No capítulo 60 – Descobrindo o nada, estou aprendendo a dar valor àquele artista nacional de quem eu fazia troça e me julgando responsável pelo resgate da nossa cultura. É muito legal freqüentar o candomblé e achar o maior barato, ignorando se tratar de uma crença religiosa, e não uma ferramenta para aumentar meu ego supostamente tolerante e pluralista. É fácil, basta eu decorar meia dúzia de canções de Elis Regina, Mutantes, Clara Nunes e Jorge Bem que posso me julgar uma enciclopédia da boa música nacional.

Mas gostei especialmente do Capítulo 21-B – O Alternativo, ou Independente. O legal de ser alternativo ou independente é que é como uma mistura de tudo isso. Eu posso responder uma pergunta com uma frase que não necessariamente seja uma resposta, e isso deverá ser levado como sinal de inteligência. O foda vai ser decorar o nome de 1827 bandas de rock inglês, cujo cd nem a mãe deles comprou e pagar caro para assistir a um show deles num muquifo qualquer aqui no Brasil (já que na Inglaterra eles não fazem show nunca). Além disso, só comprar roupa no Brechó e livro no sebo, e só assistir filme francês. Só não entendi bem aquela coisa de ser Blasé, mas já to craque na expressão de desprezo.

Além disso foi de muita utilidade o capítulo 88 – Não basta ser vegano tem que encher o saco. Estou decorando discursos contra o mau-trato aos animais. Posso seguir o capítulo 24- Geração Saúde e só andar de regata e tomar minha creatina na mesa do bar em que todos bebem cervejas ou ainda o Capítulo 171 – Fazendo Papel de Palhaço fazendo malabarismos e cuspindo fogo na rua e nas baladas e defendendo o resgate da cultura circense (ainda que jamais tenha ido a um).

O que mais me agrada é saber que independente do caminho que eu escolher, não só vou ver um jovem autêntico e exclusivo, como terei uma turma de jovens autênticos e exclusivos que pensam e agem exatamente como eu. Vou ser diferente, igual a um monte de gente igual a mim.

Grande abraço

Jovem Autêntico Indeciso"

15 comentários:

CM Tricoloko disse...

divia mudar:
"capitulo 666 - ser metaleiro satanista, gotico drepimido ou ouvir Fresno"

opaksokaoskspk'

Chapolim disse...

Ouvir Fresno e torcer para o São Paulo é no Capítulo 24

CM Tricoloko disse...

so pra garantir:
Tricoloko eh porcausa do BAHEA e naum do Sao Paulo

=/

Chapolim disse...

ahuahuahua.. melhorou então companheiro...

Tiaguim disse...

porra eu tb quero ficar rico sendo um comunista kkk

ser diferentemente igual a todo mundo é tendência, vamos aderir e pare de resmungar.

Chapolim disse...

Se eu parar de resmungar tenho que mudar o nome do blog caralho!

Camila Maués disse...

O capítulo 69 fala sobre o que?

Texto bem desenvolvido, curti(;

Camila Maués disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Data Clipe! por Conrado Cooper disse...

Ficar Rico é vida, mas ser cmunistas sucks

Camila Maués disse...

O capítulo 69 fala sobre o que?

Texto bem desenvolvido, curti(;

Chapolim disse...

Camila, o capítulo 69 trata de questões práticas...

O Judeu Ateu disse...

Rico metaleiro....mas não comunista
Continue rresmungando....é disso que se vive hoje em dia

Paty disse...

pô gostei do seu texto, autêntico mesmo.. ficar rico sendo comunista hauhuahuhauhuahuha

Mary Sobre Tudo disse...

O autêntico é diferente>
Aí véio se vai quere se igual um monte de gente....kkkkkkkkkkkkkkkkkk amei isso!
Adooooro humor maluco vo te seguir...
se quiser me segue la...
http:/marysobretudo.blogspot.com/

marysobretudo disse...

Véio ,se que se um jovem autêntico igual a todo mundo!!
Hilário !AdOOOOOOOOOOro humor maluco vo segui!
S quiser me segue lá
http/:marysobretudo.blogspot.com